domingo, 20 de janeiro de 2013

Abílio Magro
Apresentação


Foto - Arma que lhe foi distribuída no RAL-4, atendendo ao seu elevado porte atlético.

Abílio Valente Lamares Magro foi incorporado no Exército a 24 de Abril de 1972 no RI-5, Regimento de Infantaria nº 5, Caldas da Rainha, com o nº de matrícula - 083033/72, onde recebeu instrução referente ao 1º Ciclo do CSM - Curso de Sargentos Milicianos.

A 09JUL72 inicia o 2º Ciclo do CSM no RAL-4, Regimento de Artilharia Ligeira nº 4, Leiria, para receber formação da especialidade de Amanuense.
A 16OUT72, concluído o CSM, é colocado no 2º GCAM - 2º Grupo de Companhias de Administração Militar, Campo Grande - Lisboa, com o posto de 1º Cabo Milº e com destino ao QG/RML - Quartel General da Região de Lisboa, cujo Comandante era, na altura, o General Edmundo da Luz Cunha.

A 28MAR73 é mobilizado para a Guiné, para onde parte, já como Fur. Milº, em avião DC6 da FAP, tendo-se apresentando a 02ABR73 na CCS/QG/CTIG - Companhia de Comandos e Serviços do Quartel General do Comando Territorial Independente da Guiné, com destino à CSJD - Chefia de Serviço de Justiça e Disciplina.

Bissau - Guiné/1973 - Instalações Militares de Stª Luzia

Até os como, carago!

Na Chefia de Serviço de Justiça e Disciplina, ficou afecto à Secção de "Doenças", onde coadjuvava um Alf. Milº, Dr. Dias nos processos de doenças, ferimentos e mortes, em serviço, em campanha ou em combate.
Além disso, como pertencia à CCS/QG/CTIG, efectuava vários serviços, tais como: Sargento da Guarda, Sargento de Piquete (com rondas nocturnas ao Cupilom [vulgo pilão] e segurança nocturna à PIDE/DGS), Polícia da Unidade, etc.
Como provável consequência de uma mal sucedida Guarda de Honra ao Comandante (Brigadeiro Alberto da Silva Banazol), enquanto em serviço de Sargento da Guarda, foi integrado numa operação a Cacine - CCAÇ 3520, no verão de 1973 quando, por perto (Gadamael), havia "porrada" da grossa e cujas peripécias relata mais adiante.



Regressado de Cacine, apresentava já alguns sinais de robustez física, como se pode ver na foto ao lado, levando-nos a perguntar: "Qual o "turra" que se atreveria enfrentar este musculado combatente?!"













Sem comentários:

Enviar um comentário